NOTÍCIAS

Auxílio Brasil bloqueado? saiba os motivos e como resolver – Jornal Rio

O  paga em novembro uma nova parcela de R$ 600 do Auxílio Brasil. Sem a aguardada antecipação do calendário, os beneficiários terão o dinheiro creditado na conta entre os dias 17 e 30 de novembro.

Porém, para algumas pessoas a notícia nos últimos dias não foi positiva. Ao fazer a consulta no aplicativo, o beneficiário se deparou com a mensagem de que seu benefício havia sido bloqueado.

Relatos como esse indicam que ao fazer a consulta do Auxílio Brasil muitas pessoas tiveram o benefício bloqueado após o início dos pagamentos do programa que substituiu o Bolsa Família. Neste post vamos explicar o motivo pelo qual isso acontece.

O que pode causar o bloqueio do Auxílio Brasil

O principal motivo que leva ao bloqueio do pagamento do Auxílio Brasil é o cadastro desatualizado da família no Cadúnico. A inscrição na base de dados do governo federal é fundamental para ter acesso ao novo programa, mas só ela não basta. Ainda é preciso que o Responsável Familiar (RF) mantenha os dados da família atualizados não extrapolando o prazo máximo de dois anos.

Conforme orientações do Ministério da Cidadania, qualquer inconsistência nos dados informados no Cadastro Único podem levar ao bloqueio do Auxílio Brasil. Por isso, cada vez que houver alguma alteração como mudança de endereço, telefone de contato, modificação na renda da família, nascimento ou morte de algum membro é necessário que o responsável atualize as informações no .

Além dessa atualização das informações, outro fator que gera o bloqueio do Auxílio Brasil é o descumprimento dos requisitos para continuar recebendo o benefício, como por exemplo a frequência escolar mínima ou manter a carteira de vacinação de crianças em dia. Para o Auxílio Brasil, o governo federal divulgou as novas condicionalidades – confira aqui.

Governo vai bloquear benefícios em novembro

O Ministério da Cidadania publicou no Diário Oficial da União uma instrução normativa incluindo novas famílias no processo de Focalização do Auxílio Brasil. O procedimento visa verificar se as informações prestadas pelas famílias no Cadastro Único condizem com as demais bases de dados do governo.

Nesta segunda fase, alguns grupos foram considerados como os mais graves e com risco de perder o pagamento do Auxílio Brasil a partir do mês de novembro. As famílias que realizaram a atualização do Cadúnico ainda em setembro podem escapar de ter o benefício bloqueado.

Recentemente, o Ministério da Cidadania anunciou também que irá investigar as famílias formadas por uma pessoa só (famílias unipessoais). O objetivo da averiguação desses cadastros é identificar se existem fraudes nas informações prestadas por esses beneficiários. O número de famílias unipessoais cresceu em mais de 5 milhões entre novembro/2021 e outubro deste ano.

Como desbloquear o Auxílio Brasil?

Se você foi um dos beneficiários que ao tentar sacar o benefício se deparou com o Auxílio Brasil bloqueado saiba que há uma solução. A atualização do Cadúnico deve ser feita presencialmente pelo Responsável Familiar (membro da família que fez o cadastro) no setor responsável da prefeitura, mediante apresentação de documento CPF ou Título de Eleitor e pelo menos um documento de cada pessoa da família, de preferência CPF.

Caso não possua esse documento, poderá ser entregue Certidão de Nascimento ou Certidão de Casamento, RG, Carteira de Trabalho, Título de Eleitor ou Registro de Nascimento Indígena (RANI), se a pessoa for indígena.

Se puder, leve também um comprovante de residência, como uma conta de luz, e um comprovante de matrícula das crianças ou adolescentes que estão na escola. Lembre-se de informar um telefone de contato atualizado.

Relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *